Representantes da Companhia Vichy fazem missão técnica em Araxá
Cidade pleiteia parceria com oferta de potenciais turísticos e empresariais.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Da Redação/Jorge Mourão


Representantes da francesa Companhia Vichy estão esta semana em Araxá para uma visita técnica para conhecerem as potencialidades turísticas, termais e econômicas da cidade. O encontro faz parte do trabalho iniciado em uma missão técnica pela Europa em junho passado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com Prefeitura de Araxá e Grupo de Desenvolvimento de Ações Estratégicas (Gdae).
O presidente-geral da empresa, Jérôme Phelipeau, e o diretor-geral Erwan Madec fizeram nesta manhã uma apresentação sobre a estrutura organizacional da Vichy, que engloba linha internacional de cosméticos e maquiagem, além de hotelaria (bem-estar), spa e termalismo na cidade de Vichy, na França.
O interesse maior dos empresários franceses seria na exploração das águas de Araxá, produto que está diretamente ligado aos negócios da Vichy. De acordo com o prefeito Jeová Moreira da Costa, este é a primeira fase de negociações.
Segundo ele, a próxima etapa será a elaboração de projetos para serem avaliados entre as partes envolvidas - além das entidades que participaram da missão na Europa, com a Copasa e Tauá Grande Hotel - e a partir daí surge a possibilidade de consolidar uma parceria com a companhia francesa, fomentando o turismo e a economia, além de promover Araxá no cenário nacional e internacional.
Para a secretária municipal Alda Sandra Barbosa Marques, o intercâmbio com a empresa francesa é uma grande oportunidade para que Araxá possa melhorar cada vez mais e consolidar de vez o segmento de turismo de bem-estar na cidade.
Os empresários franceses destacaram a receptividade em Araxá, mas ponderaram que as negociações estão apenas na primeira etapa. “É uma fase ainda de conhecimento que estamos passando, vamos analisar todo o potencial que Araxá tem para oferecer, mas estamos muito agradecidos com o convite recebido para esta oportunidade”, diz Jérôme.
Ele aponta quatro aspectos essenciais para o desenvolvimento não só do termalismo, características de Araxá e Vichy, mas do turismo de maneira geral - capacidade hoteleira, qualidade das águas, transporte e lazer. “Se falamos em estadias de uma semana, o cliente está em tratamento durante algumas horas, mas precisamos ocupar o resto do dia”, destaca.
Os empresários ficam em Araxá até sábado (11). Além da Estância Hidromineral do Barreiro, Grande Hotel e Termas, a programação abrange visitas à Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), envasadora das Águas Minerais de Minas (subsidiária da Copasa) e reuniões com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais Codemig) e empresários locais.
 
Fonte: Diário de Araxá