Fotos Como chegar Atrações Cultura local Parque das águas

Cambuquira

História

Cambuquira é uma encantadora estância hidromineral e climatológica, em um dos mais belos espaços do planalto do sul das Minas Gerais, o circuito das águas. O clima é excelente, com seus 950m acima do nível do mar, ventilação abundante, ar seco e sem russo ou poluição, insolação e luminosidade constantes, são magníficos fatores, tão acentuados, que dificilmente se encontrará local mais apropriado para repouso e tratamento termoclimático. Cambuquira possui temperatura amena e estável, variações médias entre 10 graus e 26 graus proporcionam a invejável média anual de 18 graus. Localizada eqüidistante dos grandes centros como, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, atrai um fluxo turístico heterogêneo, oferecendo um ambiente propício à confraternização. Origem: era Fazenda Boa Vista, grande propriedade; a parte central constitui as atuais áreas urbanas e suburbanas, que pertenciam a três irmâs solteiras: Ana, Joana e Francisca da Silva Goulart que deixaram as terras de herança para os antigos escravos. A casa de residência é hoje onde se localiza o hotel São Francisco. Descoberta as águas com gostos diferentes, a Fazenda atraía pessoas de todos os cantos da região para a cura de seus males ou com propósito de se estabelecerem. Os escravos no entanto opunham-se a intromissão de forasteiros, receosos de perder suas terras. Diante disso, a Câmara Municipal da Campanha, resolveu considerar a propriedade de utilidade pública efetuando a desapropriação em 1861, pela importâqncia de 800 mil Réis, que foi empregado mais tarde na aquisição de novas terras no local denominado Marimbeiro. O município foi criado pelo Decreto - Lei estadual número 2528 de 12 de maio de 1909. A origem do nome da cidade vem do Tupi-guarani étimo- CAÀ-AMBYQUIRA CAÀ- significa folhas, plantas, ervas, mato. AMBYQUIRA(de A-BY-QUIRA): significando grelado, brotado. Admitindo que o vocabulário seja formado de CAÀ-AMBYQUIRA, torna-se fácil encontrar seu significado: ERVA GRELADA ou MATO BROTADO. Ou seja: "BROTO DA ABOBOREIRA", iguaria muito apreciada e comercializada pelos seus primitivos habitantes.   As águas foram experimentadas em 1895 pelo Marechal Floriano Peixoto. E sua fama persiste até hoje.