TRABALHADORES DE TODO O MUNDO - DESUNI-VOS!!!

Nas relações com a Nestlé parece ser esta a mensagem do Partido dos Trabalhadores, o PT, virando ao contrário a célebre conclamação de Marx e Engels.

 

Não importa que o grupo Nestlé esteja literalmente chantageando o governo francês para licenciar e renegociar os contratos de trabalho e as aposentadorias da usina da sua subsidiária Perrier em Marselha;

 

Não importa que na Colômbia o SINALTRAINAL - Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Indústria da Alimentação esteja tentando negociar melhores condições de trabalho para os seus membros dentro do grupo Nestlé, e que estes mesmo trabalhadores não possam exercer seu direito à greve devido às pressões de grupos paramilitares que já assassinaram 9 trabalhadores da Nestlé - sem que a empresa tenha se manifestado a respeito disso;

 

Não importa que a pressão internacional sobre o grupo Nestlé tenha feito que a empresa desistisse de um processo de milhões de dólares contra o empobrecido governo da Etiópia - sob o pretexto de uma nacionalização ocorrida anos antes de uma empresa mais tarde adquirida pelo grupo Nestlé.O grupo desistiu do processo depois que o assunto chegou às manchetes dos principais jornais europeus e americanos - mas agora o grupo Nestlé divulga que "doou" este dinheiro à Etiópia (!);

 

Não importa que os principais grupos de apoio à amamentação infantil como melhor forma de garantir um futuro saudável para as crianças, como o IBFAN Brasil, o Grupo Origem, o Baby Food Action Network e o IBFAN Europa, tenham mandado cartas ao governo brasileiro manifestando seu repúdio à parceria do programa Fome Zero com a Nestlé, devido às conhecidas violações da empresa em relação ao Código Internacional de Amamentação, pela promoção do seu leite em pó e alimentos correlatos em hospitais, maternidades e creches;

 

Não importa que em São Lourenço, Minas Gerais, a superexploração e a desmineralização ILEGAIS das águas minerais mais ricas do planeta continue, apesar das manifestações contrárias recentes do Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA e do Ministério Público Federal;

 

Não importam, em suma, todos estes escândalos que afetaram e afetam a vida de milhões de trabalhadores no Brasil e no mundo.Aqui o governo do PT - Partido dos Trabalhadores considera a Nestlé a parceira ideal do programa Fome Zero e um exemplo de responsabilidade social. Os sindicalistas colombianos e franceses certamente têm outra opinião, mas parece que o tempo da união dos trabalhadores de todo o mundo também se acabou.

 

Talvez o exemplo mais concreto desta postura de apoio explícito à empresa seja o comportamento do deputado federal Odair Cunha, do PT de Minas, e presidente da Frente Parlamentar de Defesa das Águas. Diante da pressão da sociedade civil contra as ações da empresa em São Lourenço e da ação civil pública movida pelo Ministério Público contra a Empresa de Águas São Lourenço / Nestlé, o excelentíssimo sr. deputado aparece e articula - como bom parlamentar - um "acordo" por meio do qual a empresa ganha uma licença ambiental para a sua fábrica - que há anos não possuía - e o "direito" de continuar praticando ilegalidades até, segundo consta, o mês de outubro.

 

Estranhamente o "acordo" acontece ao mesmo tempo em que, na Suíça, graças à pressão de entidades como a Igreja Reformada, o grupo ATTAC, o Greenpeace e mais outras instituições, o presidente mundial da Nestlé declarou, em pleno Fórum Econômico Mundial em Davos, que iria fechar a fábrica de São Lourenço e parar com a desmineralização das águas.No momento em que a união da sociedade civil brasileira e da Suíça consegue arrancar esta declaração do presidente mundial da Nestlé, abrindo caminho para uma solução concreta da questão da desmineralização ilegal das águas do Parque de São Lourenço, as autoridades brasileiras estaduais e federais acorrem para socorrer a empresa, concedendo às pressas licenças esdrúxulas e fazendo "acordos" - com a mediação sempre atuante e presente do deputado federal Odair Cunha, secundado pelo vereador Cássio Mendes, de São Lourenço, ambos do PT de Minas Gerais.

 

    Este interesse dos dois parlamentares, que estiveram presentes ao lado da Comissão de Política Ambiental mineira – COPAM, quando da assinatura do tal "acordo" num hotel de propriedade de um candidato a prefeito de SL apoiado pela Nestlé, no entanto, este tal interesse não se manifestou quando da realização da audiência pública federal no dia 1º de julho passado no Congresso Nacional, talvez o mais importante evento envolvendo a empresa nesta questão das águas minerais.

 

O deputado Odair Cunha, certamente ocupado com outros assuntos de maior importância, não esteve presente à audiência. Mas ele estava muito bem acompanhado em sua ausência - NENHUM parlamentar do PT de Minas Gerais esteve presente. O vereador Cassio Mendes certamente também não pôde ir devido a compromissos assumidos em sua atual campanha para prefeito de São Lourenço .

 

No entanto, esta audiência pública, em que estiveram presentes o Ministério Público Federal, a ANVISA, o DNPM, a direção da Nestlé Waters Brasil e o MACAM, foi a primeira ocasião em que TODAS as autoridades federais presentes declararam a ILEGALIDADE da desmineralização das águas de São Lourenço para a produção da Pure Life. Também foi a primeira ocasião em que o MACAM expôs de uma só vez TODAS as ilegalidades cometidas e em andamento pela Nestlé, sem obter uma só palavra como resposta. A fábrica da Pure Life da Nestlé só escapou de ser fechada graças ao "acordo" tão bem articulado pelos dois nobres parlamentares do PT que, infelizmente, não puderam estar presentes para explicar melhor esta estranha situação.

 

Não importam, em suma, as ilegalidades acumuladas no Brasil e no exterior, os conflitos na Etiópia e na Colômbia e tantos outros problemas como o da superexploração das águas em Michigan ,EUA, onde a sociedade civil organizada conseguiu uma vitória contra a Nestlé nos tribunais americanos. O que importa é que a Nestlé Waters do Brasil - especialmente em Minas Gerais -tem um comportamento “exemplar”, é um “modelo de responsabilidade social” e a “intocável parceira” do programa Fome Zero, e conta sempre com o apoio e  a compreensão dos nobres parlamentares do PT acima citados e do governo Lula em geral.

Como sempre, a mensagem do vereador Cássio Mendes e do deputado federal Odair Cunha parece ser:

 

TRABALHADORES DE TODO O MUNDO - DESUNI-VOS !!!

 

MACAM- MOVIMENTO AMIGOS DO CIRCUITO DAS ÁGUAS MINEIRO

Dep. Odair de preto entre Nestlé DNPM, e o prefeito Nega véia no dia do acordo.